AD

O ranking ainda é um dos indicadores mais importantes na etapa pré-clique em um projeto de SEO. Atualmente existem diversas ferramentas de mercado para acompanhar esse KPI, mas encontrar a que melhor se adequa a sua necessidade é uma tarefa bastante complexa. Confira aqui algumas dicas para escolher a ferramenta ideal para o seu projeto.

  1. Defina os Requisitos – a primeira etapa é entender os requisitos para a escolha da ferramenta. No meu caso, ela precisava atender os seguintes pontos:
    1. Permitir a coleta de rankings tanto para desktop quanto para mobile;
    2. Permitir a escolha do local onde o ranking será coletado. Ex.: SP ou RJ;
    3. Coleta diária de rankings;
    4. Permitir a comparação com competidores;
    5. Coletar ranking em larga escala;
    6. Destacar os resultados com os modificadores de SERP;
    7. Criar score de visibilidade;
    8. Ser uma ferramenta online que possa ser utilizada por diversos usuários.
  2. Definir o Custo Mensal – uma etapa bastante importante é a definição do custo para a utilização da ferramenta. O investimento pode partir de zero até alguns milhares de dólares por mês.
  3. Teste – diversas ferramentas não possuem trial, mas através do contato no site é possível agendar um tour guiado.

A seguir, apresento algumas características, funcionalidades e um breve resumo sobre as principais ferramentas disponíveis no mercado.

AWRCloud

O AWR tem como principal característica a liberdade para escolher a quantidade de vezes que você quer usá-la durante o mês. Você pode rodar a ferramenta diariamente, semanalmente, quinzenalmente, mensalmente ou sob demanda. Ela permite também que você rastreie 5 ou 10 páginas de resultados de busca. Outra característica interessante da ferramenta é a integração com o Google Analytics e o Google Search Console. Através dessas conexões o AWR também estima o resultado das palavras-chave tentando calcular as sessões que estão sem o resultado de (not provided).

Gráfico de Visibilidade x Updates no Google permite relacionar os updates com mudança na visibilidade geral do site.

AWRCloud: Evolutivo de visibilidadeA visão geral torna fácil o entendimento do evolutivo do projeto, mostrando as palavras-chave que subiram ou perderam rankings.

AWRCloud

Resumo: a ferramenta é boa e possui uma série de indicadores e funcionalidades bem importantes para um projeto de SEO, mas falha em usabilidade.

 

Custo: $ 499/mês permitem a coleta diária de 5.000 palavras-chave
Nota: 3.5/5

SEMRush

Uma das ferramentas mais usadas em projetos de SEO, ela tem como principal diferencial uma visão integrada de SEM (tanto busca orgânica, quanto busca paga), uma base de dados gigante, além da parte de análise competitiva.

Resumo: a ferramenta possui uma usabilidade melhor e maior base de dados o que a torna uma ótima opção para ser utilizada quando você precisa optar por usar apenas uma ferramenta para gerenciar todo o projeto de SEO. Pontos Negativos: não permite ver no projeto o comparativo entre Desktop x Mobile e também diferentes lugares.

SEMRush

Custo: $ 399/mês permitem a coleta diária de 5.000 palavras-chave.
Nota: 4.2/5

MOZ

A ferramenta de rankings da Moz é bastante fácil de ser utilizada, mas não é a que mais se destaca na suite. Ainda assim, ela permite uma fácil visualização dos elementos que aparecem na SERP. Não encanta.

Moz

Custo: $ 600/mês para 7.500 palavras-chave.
Nota: 3.4/5

Serps.com

Ferramenta fraca, não permite o cadastro de competidores (mesmo que no site a informação seja diferente), possui praticamente todos os pontos listados nos requisitos, mas ainda assim foi a pior dentre as analisadas.

SERPs

Custo: $ 1.000/mês para 10.000 palavras-chave
Nota: 3.1/5

Getstat

Ferramenta de rankings, sem frescura, não possui muitas funcionalidades além do básico. Direta, permite ver a evolução diária de rankings por dispositivo, localização, ferramenta de busca e competidores. Prática, permite tomar decisões de forma rápida. Armazena o HTML do resultado de busca dos últimos 9 dias.

Resumo: para quem procura apenas por uma ferramenta de rankings, o Stats é uma ótima opção, simples e funcional.

Stats

Custo: $ 500/mês para 5.000 palavras-chave
Nota: 4.6/5

AccuRanker

Boa ferramenta, possui diversas das funcionalidades definidas como premissa para a análise, falha na parte de comparativo com competidores.

Resumo: boa opção para quem não quer investir muito em uma ferramenta de rankings, mas a parte dos competidores deixa bastante a desejar.

Accuranker

Custo: $ 249/mês para 5.000 palavras-chave
Nota: 4.1/5

Google Search Console

A ferramenta do Google não permite a comparação dos rankings com competidores e possui apenas 90 dias de histórico de dados.

Resumo: grátis, necessária para diversos pontos dentro de um projeto de SEO, pode ser utilizada para acompanhar os rankings, mas não como primeira opção.

Google Search Console

Custo: $0/mês sem limite de palavras-chave
Nota: 2.7/5

ProRankTracker

Ferramenta bastante completa, permite a criação de relatórios de forma automatizada e gera uma série de ideias para novas palavras-chave, mas ela falha na comparação com os competidores. Com o custo relativamente baixo, é uma bela opção para equipes enxutas que precisam de uma ferramenta que automatize parte do trabalho.

Custo: $189/mês 6.500 de palavras-chave
Nota: 3.7/5

Resumão:

resumo

Dentre todas as ferramentas analisadas, a Stats atende muito bem as necessidades de quem procura por uma ferramenta que coleta rankings. Ela coleta dados de diversos sites e competidores ao mesmo tempo, além de permitir a gestão de usuários de uma forma relativamente simples. Não possui suporte em português, mas entrega o que promete. O SEMRush e o Google Search Console são ferramentas necessárias em um projeto de SEO e dependendo da verba, podem atender também este indicador fazendo com que o uso de uma terceira ferramenta não seja uma prioridade no projeto.

Sentiu falta de alguma ferramenta ou discorda de algum ponto? Deixe o seu comentário e vamos trocando ideias!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here